Notícias
AnterioresPróximas


Tomada de posição de doentes, após a habitual Reunião mensal da APDF06 Outubro 2004
Após denúncias feitas por doentes, de uma forma crescente, de Violência doméstica, profissional e social, provocada pela desinformação sobre a patologia instalada no país, incompreensível falta de aceitação clínica por grande parte da classe médica e perante a inaceitável reportagem inserida na Revista “Nova Gente”, cerca de oitenta doentes e familiares presentes na reunião de 01 de Outubro, na nossa sede, aprovaram, por unanimidade um texto a ser enviado para a referida Revista, exercendo o Direito de Resposta que a lei lhes confere.

Após verificação da ausência dos Órgãos de Comunicação Social convidados, todos os presentes decidiram deslocar-se à R.T.P., a fim de proceder à entrega de um Documento, também aprovado por unanimidade, solicitando a disponibilidade para um Debate sobre a patologia, com a presença de médicos de algumas especialidades e suficientemente habilitados cientificamente para o efeito.

O Grupo de Doentes chegou à R.T.P. cerca das 24 horas. Dado o adiantado da hora, foi comunicado que não havia ninguém para o receber.

Perante a intenção de todos os presentes, mesmo com algumas situações de elevada crise fisiológica instaladas no momento, nasceu a intenção de permanecer localmente até à concretização dos seus objectivos.

Assim, foram recebidos e ouvidos cerca da 01 hora da madrugada, pela Ex.ma Senhora D. Maria Costa Lima, com a promessa de transmissão do sucedido a quem de direito e uma posterior resposta.

A APDF foi entrevistada 2ª feira, para Reportagem, dia 04 de Outubro, na sua sede.

A APDF declara que acabou a sua capacidade de tolerância, passando a denunciar, a partir deste momento, todos os casos dados como provados de incompreensão e maus tratos sobre os verdadeiros doentes fibromialgicos.

O propósito de total ausência de qualquer tipo de atitude que pudesse indicar ou provocar qualquer acto divisionista entre os doentes, muitas vezes calando e não denunciando todos os tipos de desinformação, provocou a proliferação de falsos doentes fibromiálgicos e respectivo cansaço e incompreensão entre a classe médica.

A APDF lutará por todos aqueles que acreditam e precisam de nós!


AnterioresPróximas

Desenvolvido por: Particula Digital