Notícias
AnterioresPróximas


ENCONTRO COM ENTIDADES OFICIAIS e MINISTRO DA SAÚDE07 Dezembro 2005
A APDF, juntamente com cerca de 50 Associações de Doentes, esteve presente num Encontro a convite do Senhor Ministro da Saúde, nas Instalações da Infarmed – Lisboa, Dia 5 das 10.30h às 17.30 horas.

Foi, contudo, com uma certa frustração e tristeza, ao pensarmos nos Doentes que representamos, que chegamos ao final dos trabalhos. A nenhuma das nossas questões levantadas e perguntas directas foram obtidas quaisquer respostas.

Um dia de trabalho e muita esperança se tinha gorado nas expectativas criadas!...

Algo de muito preocupante se instalou na nossa mente: Até que ponto todas as promessas feitas à APDF se iriam concretizar? Foi-nos dado conhecimento que a tão esperada Legislação sairia em Janeiro. Assim sendo, supomos que tudo estará já elaborado e definido!...

Perguntamos:

Será que todas as ansiosas intervenções expostas por todos os presentes, no sentido de uma chamada de atenção para os anseios mais urgentes para os seus Doentes ainda irão a tempo de ser analisadas? Quanto desejaríamos que sim!...

No que diz respeito aos Doentes Fibromiálgicos, lançamos para o ar a pergunta que consideramos ser a mais importante ver concretizada na resposta devida, ficando a mesma sem resposta:

Está integrado na Legislação já elaborada o Enquadramento Legal dos Doentes Fibromiálgicos?

Solicitamos formação para médicos, doentes e familiares, atendendo aos casos graves que em número ainda elevado, demonstram elevado desconhecimento desta patologia, provocando ainda um cruel e injusto tratamento clínico e familiar.

Duas vozes fizemos ouvir, ambas ficaram sem qualquer resposta, sendo-nos dada a informação pelo Senhor Ministro que as voltássemos a formular por escrito.

Temos, contudo, muito trabalho feito em conjunto durante todo o último ano com elementos deste e outros Ministérios, nos quais foram já exaustivamente colocadas todas as nossas preocupações e anseios para os nossos Doentes. De uma forma desesperada mas confiante todos eles têm confiado nas informações que, através da APDF, têm recebido das promessas saídas principalmente do Ministério da Saúde.

Confiamos pois que, mesmo sem a resposta á nossa pergunta, a garantia que obtivemos mais do que uma vez e nos foi transmitida de que os Doentes Fibromiálgicos seriam devidamente enquadrados legalmente como Doentes Crónicos e Incapacitantes, com todas as regalias daí inerentes, possa ser uma realidade de acordo com os dados anteriormente transmitidos.


AnterioresPróximas

Desenvolvido por: Particula Digital